Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Correcção dos testes do 9ºAno - Turma G

por Mäyjo, em 11.03.09

Os alunos nºs: 3, 6, 9, 12, 15, 18, 22 e 25 deviam ter assinalado as frases: 1, 2 , 7, 8, 9, 10, 12, 13, 14, 18, 19, 26, 30, 35, 38, 40, 41, 42, 45, 47 e 50.

 

Os alunos nºs: 4, 7, 10, 13, 16, 20, 23 e 26 deviam ter assinalado as frases: 1, 3, 5, 7, 8, 9, 11, 12, 13, 14, 17, 25, 26, 29, 32, 36, 37, 40, 43, 44, 45, 46, 47 e 50.

 

Os alunos nºs: 1, 5, 8, 11, 14, 17, 21 e 24 deviam ter assinalado as frases: 1, 2, 8, 15, 16, 17, 18, 23, 24, 31, 32, 35, 38, 39, 44, 45, 46 e 48.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:57

Correcção dos testes do 9ºAno - Turma E

por Mäyjo, em 10.03.09

Os alunos nºs: 1, 4, 7, 10, 13, 16 e 19 deviam ter assinalado as frases: 1, 2 , 7, 8, 9, 10, 12, 13, 14, 18, 19, 26, 30, 35, 38, 40, 41, 42, 45, 47 e 50.

 

Os alunos nºs: 2, 5, 8, 11, 14, 18 e 20 deviam ter assinalado as frases: 1, 3, 5, 7, 8, 9, 11, 12, 13, 14, 17, 25, 26, 29, 32, 36, 37, 40, 43, 44, 45, 46, 47 e 50.

 

Os alunos nºs: 3, 6, 9, 12, 15 e 17 deviam ter assinalado as frases: 1, 2, 8, 15, 16, 17, 18, 23, 24, 31, 32, 35, 38, 39, 44, 45, 46 e 48.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:02

Correcção do teste do 8º Ano

por Mäyjo, em 09.03.09

 

GEOGRAFIA

Proposta de correcção do 7º teste de avaliação 8º Ano

Fevereiro 2008

 

 

 

 

 

 

1.1- A multiplicidade de ambientes geográficos; movimentos migratórios; relações comerciais entre os povos.

1.2- A cultura norte-americana.

1.3- A arquitectara e o vestuário.

1.4- A gastronomia; a religião; a língua; a arte; a tecnologia.

 

2.1- A arquitectura.

2.2 -Figura l: A (região tropical)     Figura 2: C (região temperada de montanha)

2.3 Figura 1: a utilização de materiais leves e isolantes (telhado de colmo), permitindo a circulação do ar ajudam a manter um ambiente mais fresca nestas regiões de clima quente.

      Figura 2: O uso da madeira permite isolar e manter o calor nestas regiões de clima frio. O telhado inclinado evita a acumulação excessiva de neve.

 

3.1- O Mandarim

3.2- A dificuldade de comunicação resultante do uso de línguas diferentes é um factor de diferenciação. O uso de uma língua comum em países diferentes, como no caso das antigas colónias de países europeus, funciona como um factor de unificação cultural.

 

4.1- Itália

4.2- Portugal

4.3- Portugal

4.4- Grécia

4.5- Brasil

 

5-   A- 2   B- 1   C- 4   D-3

 

6-         1- fundamentalismo

2- aculturação

3- globalização

4- religião

5- cultura

6- racismo

7- xenofobia

8- etnia

9-cristianismo

 

7-

Religiões

Civilizações

Línguas

Hinduísmo

Sunitas

Protestantes

Budismo

Africana

Eslava

Islâmica

Ocidental

Chinesa

Espanhol

Sueco

Suaili

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:59

Textos de apoio das aulas do 8º Ano - III

por Mäyjo, em 07.03.09

CIDADES MAL SEMEADAS

Em cada continente e em cada país as cidades distribuem-se de forma irregular.

 

Tal como a população, também as cidades se distribuem de forma irregular à superfície do Globo. As regiões mais densamente povoadas são as que possuem maior número de cidades.

 

As cidades são pólos de recepção de população que aí se desloca à procura de melhores condições de vida.

O crescimento populacional das cidades origina a concentração de equipamentos e serviços sociais e culturais, como: hospitais, escolas, bibliotecas, cinemas, serviços administrativos.

 

Numa primeira fase a população e consequentes actividades económicas concentram-se no centro. A este fenómeno dá-se o nome de urbanização.

Urbanização: corresponde à expansão da cidade.

O crescimento demográfico, o desenvolvimento das actividades económicas e dos transportes originam a suburbanização.

Suburbanização: corresponde ao crescimento das áreas envolventes da cidade (subúrbios).

 

A saturação do centro da cidade leva a população urbana a fixar residência nos arredores e subúrbios da cidade – fase centrifuga – dá-se o êxodo urbano.

O contínuo crescimento destas áreas, a saturação das infra-estruturas e o congestionamento contribuem para que a população afaste a sua residência das cidades e se fixe em áreas rurais com boa acessibilidade e bem equipadas com infra-estruturas – periurbanização – esta população realiza diariamente um movimento pendular, pois continua a trabalhar na cidade.

 

Quando, numa determinada área, existem várias cidades, formam-se grandes espaços urbanizados contínuos, que podem adquirir características e designações diferentes: se os limites das várias cidades próximas se unem, não sendo possível determinar facilmente onde termina uma e acaba a outra, estamos na presença de uma conurbação ou de uma megalópolis; a designação depende da menor ou maior extensão ocupada pelo conjunto de cidades.

Megalópolis: extensa área urbanizada, constituída por várias cidades independentes mas tão próximas que ficam aglutinadas pelas suas periferias. Em certos casos a extensão ocupada é relativamente pequena e o número de cidades é reduzido; dá-se então o nome de conurbação.

 

A nível mundial, consideram-se três megalópolis, todas elas situadas em países desenvolvidos, mas em continentes diferentes.

 

Pode acontecer que uma cidade de maior importância, por exemplo a capital do país ou uma cidade portuária, cresça de tal forma que vá integrando na sua área urbana outras cidades mais pequenas, vilas e até aldeias, que antes estavam separadas por espaço não construído. Quando tal acontece, diz-se que se formou uma área metropolitana e habitualmente toma o nome da cidade mais importante.

Área Metropolitana: vasta região urbanizada resultante da junção de vários concelhos, com aglomerados urbanos ou não urbanos (pequenas cidades, vilas, aldeias, pequenos aglomerados industriais).

Em Portugal consideram-se duas áreas metropolitanas, a do Porto e a de Lisboa.

 

Curiosidades:

A cidade…

… mais poluída: Cidade do México, México.

… com mais tráfego de transportes: Los Angeles, EUA.

… com maior praça: Tiananmen, Pequim, China (396 hectares).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:44

Correcção do teste do 10º Ano

por Mäyjo, em 06.03.09

PROPOSTA DE CORRECÇÃO DO 6º TESTE DE GEOGRAFIA 10º Ano

Março de 2009

 

CRITÉRIOS GERAIS DE CLASSIFICAÇÃO

Só será atribuída a cotação completa quando as respostas revelarem:

• objectividade e capacidade de síntese;

• correcção científica e vocabulário científico adequado;

• correcta fundamentação dos argumentos utilizados;

• domínio da expressão escrita.

 

 

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE CLASSIFICAÇÃO

Grupo I

1.1-  Camada gasosa que envolve a Terra e a acompanha nos seus movimentos.

1.2-  1 – Troposfera, 2 – Estratosfera, 3 – Mesosfera, 4 – Termosfera.

1.3-  A – Mesopausa (80Km) B – Estratopausa (50Km) C – Tropopausa (12Km).

1.4-  Estratosfera.

1.5- A resposta deve referir que o ozono absorve a radiação solar nociva (radiação ultravioleta), impedindo que esta chegue à superfície terrestre em quantidades elevadas, o que provocaria graves danos aos seres vivos.

 

2- A sequência correcta dos termos é: toposfera / atmosfera / polares / equatorial / por cada Km / gradiente térmico vertical / tropopausa / estratosfera / ozono / ultravioleta / mesosfera / mesopausa / termosfera / absorção / reflexão / difusão.

 

3- A correspondência correcta é: 1 D ; 2 A; 3 B; 4 C.

 

4- A resposta deve referir que o sistema Terra-Água conjuntamente com o sistema atmosfera, em condições normais, emitem energia em quantidade idêntica à que recebem, através de diversos processos: radiação terrestre, reflexão, condução, convecção e restituição do calor latente. Durante a noite a Terra perde o calor que recebeu durante o dia.

 

5.1- A resposta deve referir que estão a acontecer alterações climáticas profundas que podem ter consequências graves para a nossa vida.

5.2- A resposta deve referir o Gás carbónico, CFC, metano (outros – vapor de água).

5.2.1- A resposta deve referir que correspondem a menos de 1% dos gases da atmosfera (gases de concentração variável).

5.3- A resposta deve referir as seguintes consequências, ou outras consideradas significativas:

• Modificações climáticas;

• Subida do nível médio dos oceanos;

• Alterações no ciclo da água;

• Aumento da desertificação;

• Problemas de saúde – doenças das regiões quentes.

 

6.1- A resposta deve referir que se verifica um aumento do efeito de estufa que provoca uma subida da temperatura media do planeta devido à excessiva industrialização que lança para a atmosfera grandes quantidades de gases que contribuem para o efeito de estufa – alterações do equilíbrio das trocas de calor.

 

Grupo II

1- Devem ser identificadas como falsas as alíneas: d, e, f, g, l, m, q, r;  as restantes como verdadeiras.

 

 

COTAÇÕES

Grupo I

1.1……………………….    6

1.2……………………….   12

1.3……………………….    6

1.4……………………….    6

1.5……………………….   12

2……………..…………..   16

3……………..…………..    8

4.1……………………….   16

5.1……………………….    6

5.2……………………….    6

5.2.1…………………….    6

5.3……………………….   12

6.1……………………….   20  =  132 pontos

 

Grupo II

1………………………….  68 =  68 pontos

                         _________________________

                                   TOTAL 200 PONTOS

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:59

3 em linha...

por Mäyjo, em 05.03.09

Ena, isto hoje está movimentado...

3 em linha?!!!

 

Esta entidade lamenta, mas não tem novidades sobre os testes.

Pois; porque deve ser isso que esta gente anda por aqui à procura.

 

As novidades vão ser de última hora!!

A sensura não permite dizer mais nada.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:35

Textos de apoio das aulas do 8º Ano - II

por Mäyjo, em 01.03.09

OS CENTROS URBANOS

Cidades — cada vez mais e maiores

O Mundo está a tornar-se o planeta das cidades. Algumas maiores e mais povoadas que certos países!

 

O aumento do número e do tamanho das cidades tornou-se um fenómeno generalizado a nível mundial. Este facto justifica os elevados valores da taxa de urbanização na maior parte dos países, bem como a existência de um grande número de cidades de enormes dimensões.

Taxa de urbanização: percentagem de população urbana em relação à população total.

 

 

O número de cidades e a sua dimensão têm crescido consideravelmente. Se, em 1950, apenas Nova Iorque e Londres tinham mais de 10 milhões de habitantes, actualmente esse número aproxima-se das duas dezenas e tende a aumentar.

Cidades com mais de 1 milhão de habitantes.

São várias as razões que contribuem para este movimento de urbanização:

·   o êxodo rural, responsável pela urbanização dos países de industrialização mais antiga, como o Reino Unido, a Alemanha, a França, que hoje continua a verificar-se nos países em desenvolvimento, onde os campos estão em crise enquanto as cidades beneficiam de uma imagem mais atractiva;

·   o forte crescimento natural, que ainda se regista nos países em desenvolvimento e que contribui também para o crescimento urbano;

·   a concentração espacial das actividades, resultante da industrialização e da terciarização do espaço urbano. Estas actividades são grandes consumidoras de espaço, exigem mão-de-obra, consumidores e boas condições de transporte que só as cidades podem oferecer.

Urbanização: concentração de população nas cidades.

Terciarização: processo pelo qual o comércio e os serviços vão assumindo progressivamente maior importância na economia de um país.

 

A grande concentração de população na cidade pode levar à saturação do espaço dos serviços, tornando-a menos atractiva, e fazer com que:

·   diminua a vinda de população das áreas rurais e algumas pessoas troquem a cidade pelo campo — êxodo urbano;

·   cada vez mais pessoas se fixem nas áreas rurais, embora continuem a trabalhar na cidade. Esta situação resulta, em grande parte, da melhoria dos transportes e do menor preço da habitação nas áreas rurais.

 

Estes fenómenos justificam a diferença que se verifica na evolução da população urbana em países com diferentes níveis de desenvolvimento:

·   nos países desenvolvidos, onde se sentiram mais cedo os inconvenientes das grandes cidades, começa a notar-se um ritmo de crescimento mais lento. A população urbana evolui ao ritmo do crescimento natural;

·   nos países em desenvolvimento, de urbanização mais recente, a taxa de urbanização ainda continua a aumentar a um ritmo acelerado, pois, para além do crescimento natural ser mais elevado, continua a afluir à cidade gente vinda do campo onde as condições de vida são menos atractivas do que nas cidades.

População urbana: população que vive nas cidades ou centros urbanos, incluindo as áreas metropolitanas.

 

Esta diferença na evolução recente dos dois grupos de países não foi ainda suficiente para equilibrar os valores das taxas de urbanização, uma vez que:

• as mais elevadas predominam ainda nos países desenvolvidos;

• as mais baixas encontram-se todas nos países em desenvolvimento.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

Pág. 3/3



Este blog disponibiliza informação com utilidade para quem se interessa por Geografia. Pode também ajudar alunos que por vezes andam por aí desesperados em vésperas de teste, e não só, sem saber o que fazer...

Mais sobre mim

foto do autor


Siga-nos no Facebook

Geografando no Facebook

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2009

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D